O episódio da expulsão dos mouriscos de Espanha pelo duque de Lerma, em 1609, parece oferecer bastos exemplos que coincidem plenamente com a actual situação. Para quantos não se interessam pela História e apenas atentam nas ideias descarnadas do seu envolvente, o desmoronar de tantas certezas que ainda há poucos anos...

  D. Duarte (1391 – 1438), filho mais velho do rei D. João I, foi um Rei que durante muito tempo a historiografia portuguesa viu e cunhou, de forma errada, como um intelectual ensimesmado, depressivo e refugiado na escalpelização de sentimentos ou enredado em leituras limitativas. Em suma, um Rei ausente das...

O episódio da Restauração de Portugal (1640) por d. João, duque de Bragança, iniciador da dinastia mais famosa da História da Portugalidade, foi um bravo feito de bravos homens. O duque de Bragança ousou desafiar o peso da governação Habsburgo que já há muito oprimia os portugueses de todas as classes, do rico...

Junte-se já ao Movimento através do link que se segue: https://docs.google.com/forms/d/1Y0hBharDSIb7H0TzndIdcIBkExYMsSwjxhG-zc0Lbl8

  Imagem de marca da capital e cartão-postal do país, o Banco Nacional de Angola (BNA) é um dos edifícios mais importantes da cidade, e domina a baixa luandense desde 1956, quando abriu portas com pompa e circunstância com o nome de Banco de Angola. O projecto arquitectónico é de autoria do arquiteto português Vasco...

Em meados de 1691, o aventureiro alemão Gelbert Kaempfer, autor de uma Histoire Naturelle, Civile, et Ecclesiastique du Japon, passou por Ayutthaya, então capital do Sião (hoje Tailândia), tendo vivido por algumas semanas no bandel (1) dos Portugueses. Foi convidado por um sacerdote português para se instalar na...

  PREÂMBULO A Nova Portugalidade é uma certa ideia de Portugal. É nova sem rejeitar o passado, e a sua missão é reencontrar, resgatar, reinterpretar e relançar a Portugalidade enquanto civilização e agente da História. Entende a cultura como argamassa da família de povos portugueses, e dispõe-se a educar; aceita o...

Queremos uma Nova Portugalidade Somos 300 milhões do Acre a Timor. A unir-nos, temos sangue e séculos, cultura e sentimento. Fomos forjados por gerações de homens de Estado, de combate e de inteligência. Entre os nossos maiores, contamos soldados e marinheiros, pintores e arquitectos, poetas e capitães. Temos uma...

Bergman atingiu, no seu país, um estatuto que em Portugal não conferimos aos realizadores de cinema. Era uma figura pública, uma estrela. As câmaras dos jornalistas esperavam, a todo o momento, o seu próximo divórcio ou passo em falso. O mais próximo que tivemos disto passou-se em Abril de 2015, quando as televisões...

Um povo de marinheiros e pescadores que dominou os mares e as rotas do comércio, erigiu feitorias, fortalezas, catedrais e cidades pelas sete partidas do mundo, juntou povos e pescou almas, produzindo um novo tipo de sociedade fundada na indistinção da raça, da cor e da etnia. Tão grande foi o sulco de tal empresa...