Por Nova Portugalidade
Posted: Updated:
0 Comments

A ACTIVIDADE MISSIONÁRIA PORTUGUESA

“[…]
9. Como foi possível que vós, embora sendo poucos, fizestes tanto na santa cristandade? Onde Portugal encontrou forças para acolher sob seu domínio tantos territórios da África e da Ásia, para estendê-lo até às mais distantes terras americanas? Onde, senão naquela ardente fé do povo português, cantada por seu maior poeta, e na sabedoria cristã dos seus governantes, que fizeram de Portugal um dócil e precioso instrumento nas mãos da Providência, para a actuação de obras tão grandiosas e benéficas?

 

 

10. Afinal, enquanto homens exímios, conscientes da própria responsabilidade, como Afonso de Albuquerque e João de Castro governam com rectidão e prudência as várias colónias portuguesas e prestam ajuda e protecção aos zelosos anunciadores da fé – que grandes monarcas como João III se empenham em mandar naqueles países Portugal se impõe ao mundo pela potência de seu império e pela sua gigantesca obra civilizadora.”

PIO PP. XII

Related Posts

Houve colónias, e desde quando? Uma das pechas demagógicas e inquinadas de ideologia que mais...

Não, os portugueses não são europeus. Os portugueses são da Portugalidade Portugal não é nação...

Há quatro anos, a Portugalidade saía da sombra Golo de Éder, Euro 2016: da esquerda para a...